sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

FELIZ 2011 Filho!


Sorria Mãe!

Mãe querida. Fui... Ficastes! São os segredos do PAI.

Viajei sem me despedir, pois tropecei na lama negra (asfalto)

E, naquela curva alcei vôo.

Assim foram, meus direitos e meus avessos.

Meus acertos e meus tropeços.

Mãe... Fui motoqueiro no asfalto, na praia, nas trilhas,

Na BR 101 me despedi desse plano,

Passei a ser um Motoqueiro no além...

E, aqui continuo a pregar o bem.

Sofri ao ver vocês sofrendo, mas surgiu um novo RENASCER.

E, no momento certo, pois havia cumprido aí minha missão.

Vocês estão sempre no meu coração.

Naquela curva do destino, deixei o plano físico,

E fui recebido aqui pelos Anjos ao som de harpas e trombetas!

Foi no excesso que me encontrei com DEUS!

Mas estou FELIZ! Perdoe-me mãe amada,

Pois não aconteceu o beijo do ADEUS!

Pra Vocês minha VIDA foi curta, portanto, foi o tempo certo!

Vivi e amei muito nestas paragens.

Arrumei minha mochila e parti pra esta longa viagem.

Trouxe comigo muito amor e saudades...

Aguardem o belo momento do reencontro.

Onde esqueceremos os desencantos!

E, viveremos assim outros belos encantos.

Se me permitirem descerei hoje, pra desejar um FELIZ ANO NOVO!

Mesmo que seja por um segundo, e abraçarei teu MUNDO!

2 comentários:

Renato disse...

Parabéns pelo blog

É uma grande conforto, saber que temos Deus para cuidar das pessoas que nós amamos

Abraço e fica com Deus

Terezinha Borba Quadros disse...

Obrigado pelo carinho.